Quem foi Branca Alves de Lima?

Quem foi Branca Alves de Lima?

Junto com a Cartilha Caminho Suave, esse educador é responsável por aumentar o conhecimento e as oportunidades de aprendizado para mais de 40 milhões de brasileiros por meio de métodos de ensino visionários.

As gerações nascidas nas décadas de 70, 80 e meados dos anos 90 devem se lembrar da Cartilha Caminho Suave, cujas páginas contêm um sistema de ensino prático e de fácil compreensão.

Por exemplo, no contexto da alfabetização, sempre há instruções complementares para aprender por meio de imagens. Lembre-se: a letra “a” é inserida na abelha, a letra “b” é inserida na barriga do bebê, a letra “f” é inserida na lâmina, a letra “o” é inserida no ovo e em breve. lembrar?

Esse novo conceito de ensino e proposta de ensino chegou às mãos de mais de 40 milhões de jovens brasileiros que conseguem construir e fortalecer sua inteligência a partir da visão de Blanca Alves de Lima, autora e pioneira do projeto. Nascida em 1911, aos noventa anos, tornou-se uma eternidade no coração de todos os moderados e interessados ​​em educação. Mulher de origem humilde, iniciou sua carreira como professora e educadora no interior de São Paulo na década de 1930. Na época, em tempos difíceis, ensinava por meio da alfabetização analítica, e seguia o modelo proposto pela “moda” do momento.

Mesmo com base no modelo educacional adotado nesse período, Branca Alves de Lima estava ciente das dificuldades de seus alunos, todos do campo. Aprender a se tornar realidade tem uma visão diferente. Após 21 anos na educação, ela viu uma oportunidade de criar um novo método de ensino de línguas, resultando no famoso livreto Caminho Suave, publicado pela primeira vez em meados de 1948. Tem sido um padrão para alfabetização fenomenal e aquisição de novos conhecimentos desde sua versão original, e não foi adotado pelo Ministério da Educação até 1995.

Ainda hoje, em pleno século XXI, com tantas técnicas e ferramentas contemporâneas de evolução intelectual, a abordagem de alfabetização criada por Branca Alves de Lima é semelhante e aplicável ao processo de ensino de crianças, jovens e adultos. Os resultados ainda são surpreendentes e permitem que escolas ou instituições de ensino os apliquem, mesmo em modelos mais modernos, para obter sucesso em todas as recomendações de ensino.

E, considerando e elogiando todo o trabalho e importante papel que a educadora Branca Alves de Lima representa para o estado brasileiro, nós do Colégio Branca Alves de Lima – BAL reconhecemos o quanto as instituições de ensino e os professores podem intervir na cadeia social, porque e por ter uma educação digna e rigorosa que conscientize os cidadãos de suas obrigações e direitos para alcançar o progresso pessoal global.

Por estes motivos, e por admiração aos colaboradores e contribuintes para um futuro melhor na educação, nós do Colégio BAL homenageamos Branca Alves de Lima, cujo baptizado na nossa unidade escolar homenageamos. No entanto, seguindo a premissa e alguns passos desta mulher de exemplo, também utilizamos um método de ensino inovador e eficaz no sistema de ensino.

Com base na pedagogia emocional, incluindo livros e métodos de ensino únicos, buscamos soluções que permitam que a sabedoria e o conhecimento existam de forma natural e permanente na vida de todos os nossos alunos. Por isso, além de conteúdos educacionais de qualidade que atendem ao mercado e às necessidades atuais, temos muita dedicação e reconhecimento dos talentos e habilidades dos alunos em todas as fases da vida escolar – desde bebês BAL até o ensino médio.

Veja Também