Quem são os índios Sioux?

Quem são os índios Sioux?

Sioux (pronúncia em inglês: ( /suː/) ou Siú[1] em português significa:

De um modo geral, um importante grupo linguístico do centro e nordeste da América do Norte. O grupo foi dividido em dois subgrupos, os já extintos Catawba e Sioux, que por sua vez se dividiram em outros três grandes grupos: Teton, Yankton e Santi.
Estritamente falando, o termo Ojibwa refere-se às tribos Lakota, Nakota e Dakota, que são muito próximas culturalmente.

Também conhecido como Dakotas ou Lakotas, eles são encontrados em Dakota do Norte e Dakota do Sul, no centro-norte dos Estados Unidos. As origens da palavra Sioux remontam ao século XVII, quando seus inimigos, os Ojibwas, disseram aos franceses que era assim que eram chamados. Vem de Ojibwa Na dou esse, que significa “inimigo”. Os franceses dizem Nadousioux ao tentar pronunciar a palavra, enquanto os britânicos e americanos a encurtam para Sioux.

A principal atividade econômica dos Sioux gira em torno da agricultura, com as plantações de milho desempenhando um papel importante. Além disso, eles caçavam grandes animais, como bisões. A carne obtida dessa caça era dividida entre as famílias envolvidas na caça, o couro era usado para fazer roupas e barracas, e os ossos eram usados ​​para artesanato e armas. Seu principal inimigo são os Ravens, e seus aliados são os Cheyennes.

história
Com o contato com colonos espanhóis, os Sioux começaram a usar cavalos na guerra, caça e transporte. Eles resistiram mais ativamente às tentativas de extermínio dos brancos e realizaram rituais que incluíam rituais de tortura como prova de bravura. Em um dos rituais mostrados no filme A Man Called Horse (1970), a pele do índio é perfurada com estacas de madeira amarradas a uma corda, que são esticadas para levantar o corpo, até que ele seja dilacerado. após o processo de independência, os Sioux resistiram aos brancos até serem derrotados em 1890.

Atualmente, em reservas em Dakota do Norte e Dakota do Sul, nos Estados Unidos, os sobreviventes são os poucos que podem sobreviver ao genocídio da invasão e dos ocupantes.

Veja Também